Análise de Dados, Estatística

Aprenda definitivamente a fazer um teste t pareado no Excel

graph-1302825

Dos testes estatísticos, o teste t pareado é um dos mais utilizados, devido ao fato de ser prático e de fácil compreensão. Sem falar no modo como deve ser utilizado, sendo extremamente útil para comparar uma mesma amostra em dois momentos distintos, após determinada ação ou influência.

Antes de entrar de cabeça no teste t pareado, precisamos responder duas perguntas:

  1. O que é um teste de hipóteses?
  2. O que é um teste t?

Após as respostas teremos base para entrar no teste t pareado. Vamos as respostas!

O que é um teste de hipóteses?

O teste de hipótese é um método da inferência estatística. Com ele é possível verificar se, em determinada amostra, existem evidências que possam apoiar ou não uma determinada hipótese formulada.

Segundo o site Wikipédia:

“Um teste de hipótese é um método de inferência estatística usando dados de um estudo científico. É um procedimento estatístico baseado na análise de uma amostra, através da teoria de probabilidades, usado para avaliar determinados parâmetros que são desconhecidos numa população.”

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Testes_de_hip%C3%B3teses

Neste caso, é preciso ter muito cuidado ao usar testes de hipótese. Existem infinitas possibilidades e hipóteses a serem testadas, dependendo do objetivo estudado.

Os testes se utilizam de premissas dos parâmetros da população estudada, sendo denominados testes paramétricos. Também existem os testes não paramétricos, chamados de testes livres de distribuição, não tem grandes restrições às distribuições de dados.

O que é um este t?

Em primeiro lugar, esse é um teste paramétrico, trabalhando diretamente com a média como parâmetro. Seu nome completo é t de Student e foi desenvolvido por William Sealy Gosset. A palavra Student foi utilizada como seu pseudônimo, em 1908.

No casa do teste t pareado, a média de determinada variável será comparada na amostra em relação à mesma média após determinado evento. Vamos entender melhor?

Afinal, o que é o teste t pareado?

Neste caso, exemplificar é o melhor caminho para explicar o teste t pareado. Imagine uma turma com 30 alunos, na matéria de Física. Imagine também que você aplicará uma prova para esses alunos. É um teste padrão, realizado no primeiro bimestre do ano letivo de alunos do Ensino Médio.

nota 02Os trinta alunos resultarão em trinta notas – caso nenhum deles falte à prova. Sendo assim, utilizando essa variável numérica nota – que vai de 1 até 10 – de cada aluno na prova de Física, será possível ter uma base como a imagem ao lado.

Após a aplicação de aulas de reforço exclusivas sobre Física – respeitando as mesmas matérias da primeira prova – aplicou-se uma segunda prova para os mesmos 30 alunos, gerando assim, novas 30 notas de Física.

Se verificarmos as médias das variáveis NOTA01 e NOTA02, temos 5,77 e 6,25, respectivamente. Olhando assim é possível mencionar a existência de um aumento da NOTA02, em relação a NOTA01. Correto? Sim, correto. Mas a grande pergunta será: esse aumento é significante?

Nesta situação, o teste t pareado será responsável por avaliar se essa diferença é realmente significante ou apenas fruto de variações aleatórias. Sendo significante, pode-se dizer que existem evidências apontando para uma melhora nas notas após as aulas de reforço.

Como fazer esse teste de um modo simples no Excel?

Agora, vamos para parte prática! Com o uso de uma planilha Excel é possível ter acesso a diversas ferramentas da estatística, através de um suplemento chamado Análise de Dados.

teste t excel 01

Abrindo o suplemento no menu Dados, teremos a opção ‘Teste-T: duas amostras em par para médias’ – como na imagem acima. Ao clicar, a tela de entrada de dados abrirá. Em seguida é preciso selecionar os valores da NOTA01 e da NOTA02 – chamados de Intervalo da variável 1 e 2 – e também determinar um nível de significância para o teste realizado. Neste caso, como padrão, será utilizado 0,05, sendo este 5%. Ainda nesta janela, é possível marcar a saída de dados em nova planilha Excel ou mesmo na planilha atual.

Na saída do teste, temos a principal variável para ser analisada: ‘P(T<=t) bi-caudal‘. Se essa for menor que 0,05 (5%), pode-se afirmar a existência de evidências estatísticas suficientes que comprovem a diferença significante entre as notas 01 e 02, como ocorre neste exemplo. Veja o vídeo abaixo e entenda como é simples extrair esse valor de uma planilha Excel.

Gostou do post? Compartilhe com um amigo!

Quer aprender mais sobre outros testes? Deixe um comentário dizendo qual teste tem interesse em aprender!

Baixe a planilha Excel usada no exemplo clicando aqui.

Tagged , , ,

3 thoughts on “Aprenda definitivamente a fazer um teste t pareado no Excel

  1. Pingback: 2019

Deixe uma resposta